Vestindo o personagem no tapete vermelho

Angelina Jolie e Elle Fanning começaram a turnê de divulgação de Malévola, novo filme da Disney, e surpreenderam no tapete vermelho com detalhes inusitados em suas produções.

Elle Fanning

Elle optou por combinar seu vestido Valentino verde com um par de sapatos Charlotte Olympia com a estampa da Bela Adormecida no cabedal.

Angelina Jolie

Enquanto isso, Angelina combinou seu vestido estampado com um par de Christian Louboutin que conta com o famoso “espinho com sangue” na parte de trás.

Me agradou tanto essa ideia das duas atrizes vestirem suas personagens no tapete vermelho que me deu ainda mais vontade de ver o filme. Para aumentar ainda mais essa ansiedade, dá play no trailer e vem ver o poder que é Angelina Jolie como Malévola.

Anúncios

Minhas atrizes favoritas

Eu gosto muito de séries internacionais e cultura pop. Não tenho a menor vergonha e isso não é segredo para ninguém. Admiro e me inspiro em atrizes das séries e filmes que adoro, principalmente as que tem idade mais próxima da minha.

Emma Watson foi a responsável por começar essa minha “obsessão” com jovens atrizes. Li todos os livros do Harry Potter e amo a série desde pequena. Logo, nada mais natural que isso se estendesse aos filmes. Cresci vendo Emma brilhar nas telas e sua inteligência nas entrevistas é algo a se admirar.

Emma Watson

Emma Watson

Minha mais nova adorada atende pelo nome de Jennifer Lawrence. E é óbvio que isso tem a ver com Jogos Vorazes. Também li e amo toda a série de livros. Além de dar vida à Katniss, gosto de J-Law por causa de sua personalidade. Cada entrevista que a atriz dá é um show à parte.

Jennifer Lawrence

Jennifer Lawrence

Como vocês sabem, assisto Pretty Little Liars e gosto muito da série de televisão. Ao contrário do que muitos podem pensar, não li os livros e nem tenho muita vontade (acho a série muuuito longa).

Ashley Benson interpreta a minha personagem favorita na série e por isso comecei a reparar nela. Além de linda, Ashley tem um ar cool que a faz irresistível. Não dá para ficar imune…

Ashley Benson

Ashley Benson

Lucy Hale é uma boneca! Ela é tão expressiva, né? Acho que foi isso que e fez a gostar dela… Os olhos grandes, sobrancelhas grossas e esse cabelo lindo. Fora que ela interpreta uma das personagens mais interessantes da série.

Lucy Hale

Lucy Hale

Eu nunca tinha dado muita bola para Shay Mitchell até saber da grande amizade dela com Ashley Benson. Depois disso, vi o blog dela e adorei. Shay é linda de morrer e tem um senso estético muito apurado. E ela ainda sabe cozinhar!

Shay Mitchell

Shay Mitchell

Leia mais:

J-Law na pré-estreia de Em Chamas em LA

E já que falamos do filme ontem, hoje falaremos dela: Jennifer Lawrence. A atriz tombou com todas na pré-estreia de Jogos Vorazes – Em Chamas em Los Angeles.

1

Belíssima sendo clicada pelo batalhão de fotógrafos

Ela cruzou o tapete vermelho em uma belíssimo modelo de alta costura da Dior.

2

Na passarela, a modelo desfilou o vestido com os seios nus. Jennifer combinou a peça lindamente com um collant tomara que caia. Unhas pretas e bolsa carteira complementaram o look, junto com joias discretas, mas modernas.

Premiere Of Lionsgate's "The Hunger Games: Catching Fire" - Red Carpet

Os olhos foram bem marcados com sombras metalizadas e batom pink (dizem que é o Darling, da Dior).

4

Bônus:

5

Elizabeth Banks também estava linda no evento. A atriz apostou em um Versace laranja tomara que caia.

6

O cabelo é aquele com pinta de diva: soltos e escovados. Maquiagem neutra, colo nu e joias discretas fecharam a produção.

Leia também:

Jogos Vorazes – Em Chamas

Aproveitei o final de semana para assistir Jogos Vorazes – Em Chamas. O filme estreou no dia 15 de novembro aqui no Brasil (uma semana antes de no resto do mundo, yay!) e eu estava louca para assistir.

1

Li e gostei muito de todos os livros da saga. Adoro o primeiro filme e acho Katniss Everdeen uma personagem central muito interessante.

Então, decidi falar do filme por aqui… Contar o que achei da adaptação da segunda parte da história para os cinemas.

O filme começa com uma Katniss vitoriosa. Ela ainda mora no Distrito 12, mas não na mesma casa de antes. Agora ela é vizinha de Peeta e Haymitch na Vila dos Vitoriosos.

No livro, ela e Gale se afastaram bastante depois dos Jogos… No filme, há uma insinuação de que isso aconteceu, mas é bem sutil.

2

A primeira hora de filme é praticamente sobre a Turnê dos Vitoriosos, que ela e Peeta tem de fazer juntos por todos os Distritos até a Capital.

3

Na chegada do casal à festa de encerramento da turnê, podemos ver uma Katniss mais madura e sensual. Eu gosto. É uma dica do que está por vir para ela, que vai ter de enfrentar a Arena novamente e, por isso, precisa de uma imagem mais forte e poderosa.

4

A cena da carruagem deixa bem clara essa transição para mim. E essa é uma das coisas que eu mais gosto nos livros, como eles mostram a construção da imagem de um ídolo. Tanto nos livros, quando nos filmes, o responsável por essa mudança radical da Katniss é Cinna, seu estilista.

5

E claro que ele também é o responsável por desenhar seu vestido de noiva, que ela acaba usando para sua entrevista com Caesar Flickerman, apresentador dos Jogos.

6

Eu adorei a make que fizeram na Jennifer Lawrence para essa cena… Bem fantasia, mas linda!

7

Cinna ainda é o responsável por outra surpresa: se no ano passado, o vestido de Katniss ficava em chamas quando ela rodopiava, dessa vez a peça literalmente pega fogo e se transforma em um tordo, símbolo da revolução. Claro que ele é punido por isso…

8

A segunda parte do filme é focada na ação dentro da Arena. É aí que o longa começa a ficar intenso e divertido. Mas, não vou estragar a surpresa contando a melhor parte do filme.

9

Acho que quem leu os livros vai gostar muito do filme, pois ele é bem fiel ao que foi escrito. Eu adorei!

Leia também:

Guarda-roupa de princesa

Passada a decepção de não passar no CAJ, voltamos com os trabalhos normais…

…MAS, não sem antes agradecer TODO MUNDO que me apoiou de alguma forma. Fiquei bastante surpresa com os comentários de gente desconhecida me incentivando a não desistir do meu sonho… MUITO OBRIGADA! Ah, e obrigada também aqueles que não deixaram mensagens, mas leram o texto e se identificaram, aos meus amigos, familiares e namorado que aguentaram a minha deprê e fizream de tudo pra me colocar pra cima de novo!

Dito isso, de volta ao que interessa.

Vi no site do jornal Folha de S. Paulo que neste fim de ano a loja Harrod’s, em Londres, vai decorar sua vitrine de Natal com as princesas da Disney vestindo criações de grandes estlilistas. A Vogue britânica publicou os cróquis em seu site e eu, claro, corri pra ver.

 

Cinderela, de Versace.

 

 

Rapunzel, de Jenny Packham.

Branca de Neve, de Oscar de la Renta. (Meio literal, né?)

 

Mulan, de Missoni.

E as minhas favoritas:

Bela Adormecida, de Elie Saab (claaaro!).

 

Pocahontas, de Roberto Cavalli.

Gente, essas duas últimas arrasaram. AMEI! Combinou muito… Acho que se elas fossem pessoas reais, se vestiriam assim mesmo!

Cena de filme

Li na Gloss deste mês sobre o tumblr FILMography, que reúne cinema e fotografia. O autor da página vai aos locais em que foram rodadas as cenas de diversos filmes e as “encaixa” na paisagem… É demais! Ainda é bem recente, mas já é repleto de cenas de filmes clássicos. E, claro, já tem vários longas que eu adoro.

“O Diabo Veste Prada” (2006), claro que não poderia faltar…

Nem “Bonequinha de Luxo” (1962), logicamente…

Pode falar que é filme de Sessão da Tarde, mas eu adoooooro “Encontro de Amor” (2002).

“Ghost” (1990), “Cisne Negro” (2010), “Noivas em Guerra” (2009)… Amo todos! 

E por lá tem muito mais… Vale a visita!

The Girl with the Dragon Tattoo

Não sei se é porque estou lendo o segundo livro da trilogia Millenium (A menina que brincava com fogo) ou se é porque o primeiro livro da série (Os homens que não amavam as mulheres, intitulado de The Girl with the Dragon Tattoo, em inglês) realmente me surpreendeu, mas o fato é que estou completamente obcecada por Rooney Mara.

O que realmente me encanta é que em suas aparições públicas, exibições e sessões de fotos, fica evidente que a atriz na verdade está  interpretando Lisbeth Salander, com suas feições inexpressivas e seus olhos misteriosos.  Sendo assim, ainda não podemos dizer que conhecemos, de fato, Rooney Mara, mas sua Lisbeth já me conquistou.

Tudo bem que eu ainda não assisti ao filme americano (mas vi a versão sueca e adorei!), mas acredito que se já amo a “interpretação” que Rooney Mara faz de Lisbeth Salander nos tapetes vermelhos e em capas de revistas (aliás, as fotos deste post são de um editorial que ela fez para a Vogue americana em novembro do ano passado), com certeza vou gostar do seu desempenho no filme.

Recomendo a leitura do primeiro livro, mas confesso que estou gostando bem mais do segundo. De qualquer forma, as histórias de ambos são bem interessantes, mas perderiam metade da graça sem sua personagem mais enigmática e instigante: Lisbeth nos faz perder o fôlego tamanha complexidade de sua personalidade. E Rooney me faz sentir que ela pode ser real.