Tapete vermelho: Cannes 2014 – parte 2

Dando continuidade ao Festival de Cannes, Blake continua sendo Blake e desejando às inimigas vida longa…

Blake Lively

O primeiro look (bafo!) é Giambattista Valli. E por mais que eu não consiga me acostumar com essa cintura marcada da Chanel, achei que ela foi quem melhor vestiu de todas que vi por aí. Tá linda, solar, poderosa!

Calvin Klein

A turma de Calvin Klein: Julianne Moore, Naomi Watts, Lupita Nyong’o e Rooney Mara. Pra variar, gostei mais da Rooney, mas nenhuma me emocionou muito para falar a verdade…

Valentino

Engraçado… Tudo que eu detestei no look da Karlie Kloss de ontem, adorei nesses dois da Cate Blanchett e da Zoe Saldana, ambos da mesma coleção do Valentino da Karlie. Acho que a Cate ficou belíssima nesse modelo, aliás.

Feios

Apesar de ter acertado de Valentino, Zoe errou de Jason Wu. Ainda bem, porque alguém precisava fazer companhia para Julianne Moore nesse Luis Vuitton pavoroso.

Mais uma vez… Não teve pra ninguém. Blake Lively segue reinando soberana.

Anúncios

As lindas de Cannes

Todo mundo sabe que tá rolando o Festival de Cannes… Lugar onde o mais importante de tudo é ver e ser visto. Por isso, as famosas capricham nos looks sempre que estão por lá e arrasam com produções de fazer nosso coração quase parar.

Cara-Delevingne-Arrives-For-The-Cannes-Film-Festival-With-A-Burberry-Bag-In-Tow

 

Até agora a única que me fez perder o fôlego foi Cara Delevigne. Esse vestido com transparências estratégicas é tão lindo… E foi perfeitamente combinado com joias poderosas, make e cabelo arrasadores.

cannes-day-1-solange-square-w352

Quem também me impressionou muito foi Solange Knowles com esse vestido MARAVILHOOOOSO todo esvoaçante. Fotografou muito bem, mas tenho minhas dúvidas se ele funciona “na vida real” (leia-se quando ela está parada sem posar para os flashes). O batom laranja e o poderoso black power me conquistaram.

Nicole-Kidman-Cannes-Dior-Couture-1

Nicole Kidman, que nunca me convence, me ganhou com esse vestido de comprimento complicado, mas que funcionou superbem pra ela. Achei lindo! E o scarpin colorido? Um charme! Ajuda a reforçar o statement da ausência de acessórios – que não me canso de repetir, eu adoro!

PicMonkey Collage

Rooney Mara e Carey Mulligan escolheram a itpeça do momento para o evento: o macacão! Rooney sempre me impressiona com sua beleza estonteante. Quem me conhece sabe que sou fã da estética dela e suas sobrancelhas marcadas. Roupa, acessórios e beleza sempre impecáveis! Já Carey não me impressionou pelo make, mas chamou minha atenção por apostar nesse decote totalmente surpreendente.

Favoritas do Baile do Met 2013

Aconteceu ontem o Baile do Met, que corresponde ao Oscar do mundo da moda. E  esse é um evento que sempre nos proporciona boas doses de inspiração para maquiagens e produções festivas. O tema desse ano foi ”Punk: Chaos to Couture”, o que deu liberdade para looks mais exagerados e conceituais. Elegi minhas favoritas separadas por categorias: beleza, moda e conjunto.

BELEZA

168187637

Adorei o esfumado bem puxado da Emmy Rossum. Achei que ficou bem equilibrado com boca nude e esse cabelo cheio de tranças e texturas.

168188549

Se existe um lugar fora da passarela pra usar delineador gráfico é o Baile do Met, principalmente se o tema da noite for punk. Então, ponto para Dakota Fanning pela ousadia.

168193732

Ameeeei essa tiara de spikes da Siena Miller.

168193874

Cara Delevigne fez um esfumado bastante intenso que, na minha opinião, sempre funciona bem. Amo o statement da sobrancelha grossa.

MODA

emmaw-590x716

Quem me conhece sabe que Emma Watson é sempre minha favorita. Ela me convence só por ser ela. Gostei do vestido, não é qualquer uma que segura uma peça dessa com classe… A ausência de acessórios (a não ser por esse brinco de um lado só) também é um statement – que eu amo, diga-se de passagem.

giz-590x656

Gisele é Gisele, né? Não tem jeito. Achei o vestido adequadíssimo para a ocasião e ela o vestiu muito bem – aliás, quando ela não veste algo de maneira formidável?

ks-590x579

Acreditem se quiserem, mas gostei do look da Kristen Stewart. Macacão é uma peça que está super in ultimamente, essa cor é linda e os detalhes laterais em renda são de arrasar. Só fiquei com a impressão de que a roupa estava um pouco grande pra ela…

CONJUNTO DA OBRA

168187417

rooney-590x688

Mas, não teve para ninguém… Quem fez meu coração bater foi Rooney Mara, que era uma das anfitriãs da noite. Pele impecável (como sempre!), sobrancelhas grossas bem marcadas, cílios em destaque e batom vinho bem escuro. Além disso, vestido lindo que me fez tirar o chapéu pra ela por ter escolhido a cor branca em uma noite punk… Arrasou!

The Girl with the Dragon Tattoo

Não sei se é porque estou lendo o segundo livro da trilogia Millenium (A menina que brincava com fogo) ou se é porque o primeiro livro da série (Os homens que não amavam as mulheres, intitulado de The Girl with the Dragon Tattoo, em inglês) realmente me surpreendeu, mas o fato é que estou completamente obcecada por Rooney Mara.

O que realmente me encanta é que em suas aparições públicas, exibições e sessões de fotos, fica evidente que a atriz na verdade está  interpretando Lisbeth Salander, com suas feições inexpressivas e seus olhos misteriosos.  Sendo assim, ainda não podemos dizer que conhecemos, de fato, Rooney Mara, mas sua Lisbeth já me conquistou.

Tudo bem que eu ainda não assisti ao filme americano (mas vi a versão sueca e adorei!), mas acredito que se já amo a “interpretação” que Rooney Mara faz de Lisbeth Salander nos tapetes vermelhos e em capas de revistas (aliás, as fotos deste post são de um editorial que ela fez para a Vogue americana em novembro do ano passado), com certeza vou gostar do seu desempenho no filme.

Recomendo a leitura do primeiro livro, mas confesso que estou gostando bem mais do segundo. De qualquer forma, as histórias de ambos são bem interessantes, mas perderiam metade da graça sem sua personagem mais enigmática e instigante: Lisbeth nos faz perder o fôlego tamanha complexidade de sua personalidade. E Rooney me faz sentir que ela pode ser real.

Oscar 2012

Aconteceu ontem a premiação máxima do cinema americano, o Oscar, e em função disso eu separei alguns dos vestidos que mais me chamaram a atenção. A começar pelo meu favorito entre todos, o maravilhoso Zuhair Murad de Jennifer Lopez. Ela que costuma pecar em suas aparições públicas pelo excesso estava impecável nesse vestido e usando um penteado que eu amo de paixão porque sempre funciona, fica lindo e chique. Para completar, maquiagem e acessórios discretos… Perfeita!

Devo confessar que, apesar de ter eleito a produção de J-Lo como minha favorita, o páreo fui duro. Como não amar o vestido de Milla Jovovich? Ainda mais sabendo que é um Elie Saab. Faz meu coração bater mais forte… Mas, acho que a grande escorregada de Milla foi na maquiagem: linda e clássica, sim, mas com a pele muito carregada. Com um pouco menos teria ficado perfeito!

Outra linda da noite foi Penélope Cruz, que usou Armani e acertou em cheio em apostar no volume. Apesar de lindo, o penteado a envelheceu. A maquiagem discreta foi uma boa solução para a produção não ficar dramática demais.

Agora, as duas boas surpresas da noite: Stacy Kleiber (mais conhecida com a namorada de George Clooney), linda nesse Marchesa dourado. E Octavia Spencer, num Tadashi Shoji que balanceou suas proporções.

Quem também surpreendeu foi Rooney Mara, que apareceu num Givenchy Couture branco! Não fiquei apaixonada pelo vestido, mas vê-la numa cor clara foi um alívio tão grande que já a fez ganhar pontos comigo. Menção honrosa para o maquiador da atriz… Gente, o que é esta pele? Quero uma igual para ontem! 

Encabeçando a lista de atrizes que não usaram nada de interessante estava Angelina Jolie, num longo Versace com cara de já não te vi usando isso antes?Natalie Portman usou um Dior vintage (1954) que também não tinha nada de especial, o destaque da produção ficou por conta das belíssimas jóias. E Sandra Bullock pode até ter usado Marchesa, mas o combo p&b + rabo de cavalo + maquiagem leve a deixou discreta demais.

Tina Fey apostou num longo Carolina Herrera azul marinho com peplum. O cabelo e os acessórios estavam perfeitos para complementar o modelo, que a deixou muito elegante. Acho que poderia ter ousado mais na maquiagem, mas acho que não faz muito a linha dela. Não saiu da zona de conforto, mas também não errou.

No time das que tentaram inovar estavam Emma Stone, vestindo Giambattista Valli, e Gwyneth Paltrow, de modelo Tom Ford. Nenhuma das duas parecia confortável. Fiquei com a impressão de que a roupa as vestiu, e não o contrário como deveria ser.

Para mim, os deslizes ficaram por conta de Cameron Diaz, que usou um Gucci que tinha tudo para ser lindo, mas que por algum motivo não rolou. Acho que foi essa cor. Ou talvez ela ainda não tenha se acertado com esse corte de cabelo. Me julguem, mas Jessica Chastain usou um vestido Alexander McQueen que considerei desastroso. Já Michelle Williams apostou num Louis Vuitton de cor indefinida com um detalhe de lacinho que até agora não consegui engolir.

Mas, na minha opinião, a decepção da noite foi Meryl Streep. A atriz que ganhou o Oscar de Melhor Atriz pela sua atuação no filme “A Dama de Ferro” usou um Lanvin dourado que não contribuiu em nada para seu status de grande vencedora da noite. Achei o tecido grosseiro e o corte um tanto estranho… Mas, ela estava com um cabelo e uma maquiagem tão adequados que eu fingi não ligar para o que ela estava vestindo. Afinal, ninguém é perfeito…