A perfeição de Blake Lively em Cannes

Não teve pra ninguém… Só deu ela.

Blake Lively zerou a vida no Festival de Cannes desse ano.

Dizer que ela lacrou, que estava musa, deusa, perfeita, que deitou e desejou vida longa às inimigas não é suficiente. Por isso, vamos encerrar a semana com esse post com só dela, com os looks em fotos grandes para a gente poder ver todos os detalhes.

Blake Lively - Gucci

Gucci

blake-lively-in-giambattista-valli-couture-dress-outside-le-grand-journal-show-in-cannes_1

Giambattista Valli

blake-lively-mr.-turner-premiere-at-2014-cannes-film-festival_4

Chanel

"Captives" Premiere - The 67th Annual Cannes Film Festival

Gucci

 

Anúncios

Tapete vermelho: Cannes 2014 – parte 3

Para abrir o terceiro post sobre os looks do Festival de Cannes, que tal começar com produto nacional? Sim, as brasileiras também passaram por lá e nos representaram muito bem!

brasileiras em cannes

Adriana Lima supersexy, de Alexandre Vauthier. Isabelli Fontana vestiu Tufi Duek, Taís Araújo usou modelo Sandro Barros e Grazi Massafera foi de Pedro Lourenço.

cannes1Jessica Chastain arrasou nesse Versace azul e no carão. Cate Blanchett é unânime né? Ela consegue ficar chique em qualquer coisa, impressionante! Na segunda foto, o vestido é Givenchy. Naomi Watts também estava bem linda de Marchesa.

clarinhas cannes

O time da clarinhas: America Ferrera, de Georges Hobeika. Adorei o vestido, mas confesso que achei quaaaase noiva. Hilary Swank ficou poderosíssima nesse Versace. Eva Longoria, dramática como sempre, apostou em um modelo da estilista Gabriela Candena. Jennifer Lawrence deu pinta de Dior, claro.

cannes2

Rosario Dawson se jogou no mix de estampas e eu amei! Salma Hayek estava beeeem normalzinha de Yves Saint Laurent, mas bonita. E para fechar com chave de ouro: Blake musa-deusa-perfeita Lively em um vestido que já virou ícone do festival, Gucci. Só dá ela, né gente?

 

Tapete vermelho: Cannes 2014 – parte 1

Começou o festival de Cannes deste ano e o evento sempre rende bons looks e inspirações para nós meras mortais. Para mim, nessa primeira leva de famosas no tapete vermelho, não teve pra ninguém: Blake Lively reinou soberana em seu Gucci.

BURGUNDY

Tudo no lugar: acessórios, pose, cabelo e maquiagem. Perfeita, como de costume. E Jane Fonda decidiu fazer a Angelina Jolie no Oscar, só mudando a cor do vestido Elie Saab.

ERRADAS

Karlie Kloss achou que só porque tinha a etiqueta Valentino era ok vestir a toalha de mesa do Drácula. Bom, não era. Já Nicole Kidman vestiu um Armani bonito em cima, mas com cara de renda barata embaixo. Não ornou.

CLARINHAS

O tima das clarinhas foi representado por Laetitia Casta (de Dior), Zoe Saldana (de Victoria Beckham) e Nicole Kidman (olha ela aí de novo, de Altuzarra). Achei que todas se saíram bem, nada de muito emocionante.

PB

Kendal Jenner é bela e fez funcionar esse Chanel que é para bem poucas, tá meu bem? Achei bonita e ela segurou o look porque tem porte de modelo. Até gostei do vestido estampado de Audrey Tatou, que era um Prada, no caso. O que me incomodou mesmo foi o sapato, achei que pesou. E, por fim, Sofia Coppola, sempre discreta, de Valentino.

Agora me diz, qual a favorita de vocês? Para mim, Blake lacrou. Sem mais.

Bolsas: estruturadas x “molengas”

Eu sou uma pessoa que adora bolsas estruturadas. A maioria dos modelos que eu tenho são assim e eu gosto porque acho que é uma peça que deixa qualquer look instantaneamente mais chique. Mesmo de calça jeans e camiseta, uma bolsa estruturada faz a diferença e te deixa com cara de mais arrumada.

estruturadas

 

Para mim, o único problema desse tipo de bolsa é que não é lá muito prático de carregar. Por isso, gosto mais quando os modelos tem essa alça maior que a gente pode pendurar no ombro. Facilita muito!

No extremo oposto dos estilos de bolsa estão as “molengas“, como eu as apelidei. São infinitamente mais práticas que as estruturadas, na minha opinião, mas não tão bonitas.

molengas

São modelos com a forma mais livre e, geralmente, feitas para colocar no ombro e não carregar no braço (por isso a praticidade). Porém, para mim, elas não provocam o mesmo efeito que um modelo estruturado. Gosto mais desse tipo de bolsa para usar em situações bastante informais e quando quero conforto.

Qual o estilo favorito de vocês?

Oscar 2012

Aconteceu ontem a premiação máxima do cinema americano, o Oscar, e em função disso eu separei alguns dos vestidos que mais me chamaram a atenção. A começar pelo meu favorito entre todos, o maravilhoso Zuhair Murad de Jennifer Lopez. Ela que costuma pecar em suas aparições públicas pelo excesso estava impecável nesse vestido e usando um penteado que eu amo de paixão porque sempre funciona, fica lindo e chique. Para completar, maquiagem e acessórios discretos… Perfeita!

Devo confessar que, apesar de ter eleito a produção de J-Lo como minha favorita, o páreo fui duro. Como não amar o vestido de Milla Jovovich? Ainda mais sabendo que é um Elie Saab. Faz meu coração bater mais forte… Mas, acho que a grande escorregada de Milla foi na maquiagem: linda e clássica, sim, mas com a pele muito carregada. Com um pouco menos teria ficado perfeito!

Outra linda da noite foi Penélope Cruz, que usou Armani e acertou em cheio em apostar no volume. Apesar de lindo, o penteado a envelheceu. A maquiagem discreta foi uma boa solução para a produção não ficar dramática demais.

Agora, as duas boas surpresas da noite: Stacy Kleiber (mais conhecida com a namorada de George Clooney), linda nesse Marchesa dourado. E Octavia Spencer, num Tadashi Shoji que balanceou suas proporções.

Quem também surpreendeu foi Rooney Mara, que apareceu num Givenchy Couture branco! Não fiquei apaixonada pelo vestido, mas vê-la numa cor clara foi um alívio tão grande que já a fez ganhar pontos comigo. Menção honrosa para o maquiador da atriz… Gente, o que é esta pele? Quero uma igual para ontem! 

Encabeçando a lista de atrizes que não usaram nada de interessante estava Angelina Jolie, num longo Versace com cara de já não te vi usando isso antes?Natalie Portman usou um Dior vintage (1954) que também não tinha nada de especial, o destaque da produção ficou por conta das belíssimas jóias. E Sandra Bullock pode até ter usado Marchesa, mas o combo p&b + rabo de cavalo + maquiagem leve a deixou discreta demais.

Tina Fey apostou num longo Carolina Herrera azul marinho com peplum. O cabelo e os acessórios estavam perfeitos para complementar o modelo, que a deixou muito elegante. Acho que poderia ter ousado mais na maquiagem, mas acho que não faz muito a linha dela. Não saiu da zona de conforto, mas também não errou.

No time das que tentaram inovar estavam Emma Stone, vestindo Giambattista Valli, e Gwyneth Paltrow, de modelo Tom Ford. Nenhuma das duas parecia confortável. Fiquei com a impressão de que a roupa as vestiu, e não o contrário como deveria ser.

Para mim, os deslizes ficaram por conta de Cameron Diaz, que usou um Gucci que tinha tudo para ser lindo, mas que por algum motivo não rolou. Acho que foi essa cor. Ou talvez ela ainda não tenha se acertado com esse corte de cabelo. Me julguem, mas Jessica Chastain usou um vestido Alexander McQueen que considerei desastroso. Já Michelle Williams apostou num Louis Vuitton de cor indefinida com um detalhe de lacinho que até agora não consegui engolir.

Mas, na minha opinião, a decepção da noite foi Meryl Streep. A atriz que ganhou o Oscar de Melhor Atriz pela sua atuação no filme “A Dama de Ferro” usou um Lanvin dourado que não contribuiu em nada para seu status de grande vencedora da noite. Achei o tecido grosseiro e o corte um tanto estranho… Mas, ela estava com um cabelo e uma maquiagem tão adequados que eu fingi não ligar para o que ela estava vestindo. Afinal, ninguém é perfeito…