Dos conselhos que eu gostaria de ter me dado

Se eu pudesse voltar no tempo, gostaria de ter a oportunidade de sentar com a minha versão dez anos mais jovem para tomar um café e conversar. Hoje, aos 24 anos, vejo a vida de um jeito completamente diferente de como via há dez. E, provavelmente, aos 34, vou ver a vida de um jeito completamente diferente de como vejo hoje. Sendo assim, eis o que eu diria para a Nicolle de 14 anos:

Mães têm razão: Sim, você vai precisar de um casaco. Aquela “amiga” realmente não era boa companhia para você. Você não precisa fazer uma mecha loira no cabelo – e provavelmente vai se arrepender de tê-la feito no futuro. E se envolver com aquele cara mais velho de fato não era uma boa ideia.

ebf26e008a5d02556faff01082a24418

Não importa sua idade… Você sempre precisa da sua mãe…

Não tente mudar as pessoas: As pessoas são o que são, não vale a pena tentar mudá-las. Quanto antes aceitarmos isso, melhor. Irá te poupar muito tempo e desgaste emocional. Simplesmente acostume-se com a ideia de que somos diferentes e que a maioria  das pessoas procura ser a melhor versão de si mesmo. O tempo irá se encarregar do resto.

87fd34d965fdeb1553769a38ac1e0dad

Um dos momentos mais felizes da vida é quando você encontra coragem para desistir do que não pode mudar

Passe mais tempo com a família: Aos catorze anos, perdi uma tia de quem gostava muito e, desde então, penso em todas as vezes que preferi fazer outra coisa a aproveitar sua companhia – se ao menos eu soubesse o quão pouco essa convivência ia durar. Quando a gente perde alguém muito querido, todo o tempo que passamos juntos simplesmente não parece o suficiente, e só hoje eu sei o quanto eu sinto falta do tempo que nós não passamos juntas.

fce54bca1410f1eddb895a07a93448c2

Regras da família: sempre diga a verdade, se esforce, mantenha suas promessas, tente coisas novas, não reclame, ria alto, sempre diga “eu te amo”, use palavras gentis, faça o seu melhor, seja grato, seja gentil, tenha orgulho de si mesmo, diga “por favor” e “obrigada”, lembre-se de que você é amado

Valorize os verdadeiros amigos: Amizades vêm e vão, as coisas são assim mesmo. Mas é necessário muito esforço para manter aquelas que realmente importam. E, mesmo assim, algumas vezes a gente não consegue. Por isso, é importante valorizar os verdadeiros amigos, porque mantê-los dá trabalho, mas vale a pena.

83218652bf9cdd06cd43d08ed37a7a21

Verdeiros grandes amigos são difíceis de achar, difíceis de abandonar e impossíveis de esquecer

Não crie tantas expectativas: Algumas pessoas vão te decepcionar, você vai decepcionar algumas pessoas e isso acontece. Alguns sonhos irão se realizar, outros não. E isso não é o fim do mundo. É importante saber lidar com suas expectativas e estar preparada para o que realmente acontece na vida.

5ac94042f133547e96505dbc41a14a6b

Pare de se apegar ao passado: Sim, seria maravilhoso se nós pudéssemos simplesmente esquecer alguns dos erros dos quais nos arrependemos. Mas, infelizmente, isso não é possível. Em vez de sucumbir ao arrependimento, o melhor é desapegar e entender que aprendemos errando. E nossos arrependimentos servem para nos lembrar da pessoa que não queremos ser.

747d88851f5d4248eb8b845dc8fbf823

Só porque seu passado não foi como você gostaria, não significa que seu futuro não possa ser melhor do que você imaginava

Divirta-se: sofra menos, como dizem, as coisas passam e nem tudo merece um rio de lágrimas. Pare de sentir inveja dos outros, tente se apegar às coisas boas da vida, comece a contar suas bençãos e lembre-se de sorrir sempre. Um sorriso é sempre o melhor remédio.

574678e0f1cc54a9b5026f24fa3295f5

Divirta-se. Sorria. E continue retocando o batom.

Ame e seja amado: Esse é o conselho principal. Estar apaixonada te faz querer ser uma pessoa melhor, e ser correspondida nesse sentimento é uma sensação maravilhosa.

56f130a222f9fb623c228a488002434c

A melhor coisa que você pode aprender é amar e ser amado

Festa na piscina!

No sábado retrasado o pessoal do meu trabalho se reuniu para comemorar o fim do ano em uma festa na piscina. Organizamos um churrasco e aproveitamos que o clima estava ideal para uma pool party, foi uma delícia.

Como era uma confraternização de trabalho, não quis me jogar no combo biquíni + saída de banho. Então, o look que escolhi para a ocasião foi shorts jeans, regatinha com estampa de azulejo, anabela e maxicolar azuis, óculos de sol e cabelo solto.

look piscina

Shorts, Talita Kume – Regata, Mirôa – Sapato, A|Z Studio – Maxicolar do Bom Retiro (não lembro o nome da loja) – Óculos, Extra

Usei roupa de banho só para entrar na piscina mesmo, bem rapidinho, mas assim que saí já coloquei a roupa de volta e aproveitei o social com a galera. Foi tão gostoso! A comida estava ótima e a companhia melhor ainda.

festa piscina 1

As meninas que trabalham comigo são muito especiais, uma mais querida que a outra e nós nos divertimos muito juntas. Estar na companhia delas em um clima tão gostoso foi sensacional…

festa piscina 2

Leia também:

Colação de Grau

Apesar de ter terminado a faculdade, eu não vou fazer festa de formatura. Então, coloquei todas as minhas expectativas na colação de grau. Uma semana antes eu só falava sobre isso (até fiz post aqui sobre os tipos de vestidos que eu acho adequados para a ocasião), e, no dia, eu era a ansiedade em pessoa.

O evento ia acontecer às 17h, mas eu tinha que estar lá às 16h. Trabalhei até às 14h e fui correndo para casa me arrumar… Por sorte, já sabia o que ia vestir e consegui chegar na hora.

Passado um pequeno stress porque todo mundo da minha família se atrasou e eu tive que deixar minha bolsa com um completo estranho minutos antes de entrar na fila para a reunião dos alunos no palco, relaxei e aproveitei o momento. Confesso que não achei que fosse me emocionar tanto!

Claro que teve toda aquela parte chata de oradores desnecessários e falatório sem fim. Mas, enfim chegou a tão esperada hora de receber o diploma, abraçar a Denise Paiero, que foi paraninfa da turma, minha orientadora de TGI (Trabalho de Graduação Interdisciplinar) e é uma das mulheres mais inteligentes e inspiradoras que eu conheço, e fazer o juramento. Muita emoção! Depois disso, capelos para o alto e comemoração… ACAABOU!

Minha mãe (sempre ela!) me surpreendeu e me deu o presente mais lindo que eu poderia receber: o anel de formatura.

Mas, o que importou de verdade é que todo mundo que é mesmo especial para mim estava lá:

Minha família e meu namorado, que torceram por mim e me apoiaram em cada passo do caminho.

E minhas melhores amigas desde o primeiro dia de aula: Isabeli Zucheli e Nubia Neves. Foi com elas que eu passei esse quatro anos de faculdade e foi em grande parte por causa delas que eles valeram a pena.

Nós fizemos trabalhos, demos risadas, brigamos, nos desentendemos, saímos, bebemos, estudamos, comemoramos aniversários… Passamos por começos e términos de namoros, nos apoiamos e aconselhamos.

Muito diferentes uma das outras, nós de alguma forma conseguimos fazer essa amizade dar certo. Ainda bem porque eu não sei o que seria de mim sem elas…

Mas é claro que elas não foram as únicas amigas que fiz nesses anos… Tem mais gente especial.

Usei um cocktail dress simples, mas bem bonito, que ganhei de presente de uma tia. Então, não sei de onde é, mas achei perfeito para a ocasião. Ele é estampado, com corte mais tradicional no corpo e saia tulipa, que eu adoro. Fiz uma maquiagem com ênfase nos olhos e, no começo do evento fiquei de cabelos soltos, mas depois senti calor e prendi em um coque.

Em resumo, foi um dos dias mais felizes e importantes da minha vida. Estava realizando um sonho cercada de pessoas que amo e me sentindo muito completa. Foi demais!

Final de semana (de inverno!) na praia

Comentei no post de ontem que fui para a praia no final de semana passado, junto com o meu namorado e mais dois casais de amigos… Tudo começou uma semana antes, quando nós seis saímos para jantar em um restaurante japonês e a ideia surgiu meio do nada. Na hora, confesso que não levei muito a sério, afinal, estava um frio de racharMas não é que durante a semana o tempo deu uma esquentada e a gente acabou de animando? Quando vi, todo mundo já estava de malas prontas a caminho do litoral.

Foi uma delícia! Fomos no fim da tarde de sábado e, assim que chegamos, já tratamos e comprar tudo o que precisávamos para começar uma pequena festinha no apartamento. Não há nada melhor do que estar entre amigos… Depois de umas e outras, teve até jogo de mímica! Muito engraçado…

No dia seguinte, sol! Então, aproveitamos o presente divino e corremos para a praia. O mar estava congelante, mas eu não podia deixar de dar um mergulho, né? Não tiramos muitas fotos, mas, mesmo assim, separei as mais legais para postar por aqui:

A minha interpretação da vida na cidade…

Não é segredo para ninguém que eu amo Sex and the City, uma série incrível que ensina às mulheres o valor da amizade e aos homens como lidar conosco. E, de uns anos para cá, comecei a perceber que o que se passava na vida de Carrie Bradshaw também acontecia com muitas de nós. Afinal, quem é que nunca teve um amor complicado? (Eu já! Aliás, numa situação que se encaixava perfeitamente na disputa Mr. Big x Aidan… E eu escolhi o Aidan! Mas isso é assunto para outro post…) Ou problemas no trabalho? Mas a lição que aprendemos é passar por tudo isso e permanecer ao lado de pessoas que amamos.

Então, eu lhes apresento a minha versão da vida da cidade:

Amigas desde a infância, não nos encontrávamos há anos… Uma se mudou para os Estados Unidos aos 15 anos, a outra viajou quase o mundo todo e as outras tiveram que lidar isoladamente com seus problemas. Mas, numa análise um pouco mais profunda, podemos ver que existe um pouco de Carrie, Charlotte, Samantha e Miranda em cada uma de nós…

Carol Ara é a nossa Charlotte York. Ela é a que sempre tem que voltar para casa mais cedo e é também a mais quietinha. Mas, não se engane, porque assim como Charlotte ela é capaz de nos surpreender. E com um empurrãozinho dazamiga, ela é capaz até de um pouco de transgressão.

Paula Portiolli é a nossa Samantha Jones. Mas, calma! Isso não tem nada a ver com a característica sexual da personagem, muito pelo contrário. Podemos até dizer que a Paula se aproxima do romantismo de Charlotte, mas, com todas as suas viagens pelo mundo, ela é a que parece ter a visão mais completa da vida, assim como Samantha. Além de ser tão divertida quanto!

Sarah Bornia é a nossa Miranda Hobbes. Não que ela deteste os homens, nem nada do tipo. Mas, ela é mais falante de todas, o que eu acabo associando à workaholic. Sarah também viveu e resolveu vários problemas pessoais e, assim como Miranda, tem uma facilidade incrível de passar pelas coisas sem se deixar abater, embora tenha seus momentos de fraqueza.

E eu sou Carrie Bradshaw. A que ama escrever e que está constantemente em busca de sucesso profissional. Apaixonada por moda e viciada em sapatos. Mas, diferente da personagem, tenho certeza que fiz a coisa certa ao escolher Aidan em vez de Big… Sem dúvida!

E como não poderia faltar… Também temos o nosso Walt, e, é claro, a cidade! O Thiago é aquele amigo para todas as horas, e assim como o personagem, que na série é o melhor amigo da Carrie, ele está sempre do meu lado, não importa o que aconteça. E a Avenida Paulista é o cartão postal de São Paulo, a metrópole que nos uniu. Mas, em vez de Starbucks, cerveja para todo mundo!