A minha interpretação da vida na cidade…

Não é segredo para ninguém que eu amo Sex and the City, uma série incrível que ensina às mulheres o valor da amizade e aos homens como lidar conosco. E, de uns anos para cá, comecei a perceber que o que se passava na vida de Carrie Bradshaw também acontecia com muitas de nós. Afinal, quem é que nunca teve um amor complicado? (Eu já! Aliás, numa situação que se encaixava perfeitamente na disputa Mr. Big x Aidan… E eu escolhi o Aidan! Mas isso é assunto para outro post…) Ou problemas no trabalho? Mas a lição que aprendemos é passar por tudo isso e permanecer ao lado de pessoas que amamos.

Então, eu lhes apresento a minha versão da vida da cidade:

Amigas desde a infância, não nos encontrávamos há anos… Uma se mudou para os Estados Unidos aos 15 anos, a outra viajou quase o mundo todo e as outras tiveram que lidar isoladamente com seus problemas. Mas, numa análise um pouco mais profunda, podemos ver que existe um pouco de Carrie, Charlotte, Samantha e Miranda em cada uma de nós…

Carol Ara é a nossa Charlotte York. Ela é a que sempre tem que voltar para casa mais cedo e é também a mais quietinha. Mas, não se engane, porque assim como Charlotte ela é capaz de nos surpreender. E com um empurrãozinho dazamiga, ela é capaz até de um pouco de transgressão.

Paula Portiolli é a nossa Samantha Jones. Mas, calma! Isso não tem nada a ver com a característica sexual da personagem, muito pelo contrário. Podemos até dizer que a Paula se aproxima do romantismo de Charlotte, mas, com todas as suas viagens pelo mundo, ela é a que parece ter a visão mais completa da vida, assim como Samantha. Além de ser tão divertida quanto!

Sarah Bornia é a nossa Miranda Hobbes. Não que ela deteste os homens, nem nada do tipo. Mas, ela é mais falante de todas, o que eu acabo associando à workaholic. Sarah também viveu e resolveu vários problemas pessoais e, assim como Miranda, tem uma facilidade incrível de passar pelas coisas sem se deixar abater, embora tenha seus momentos de fraqueza.

E eu sou Carrie Bradshaw. A que ama escrever e que está constantemente em busca de sucesso profissional. Apaixonada por moda e viciada em sapatos. Mas, diferente da personagem, tenho certeza que fiz a coisa certa ao escolher Aidan em vez de Big… Sem dúvida!

E como não poderia faltar… Também temos o nosso Walt, e, é claro, a cidade! O Thiago é aquele amigo para todas as horas, e assim como o personagem, que na série é o melhor amigo da Carrie, ele está sempre do meu lado, não importa o que aconteça. E a Avenida Paulista é o cartão postal de São Paulo, a metrópole que nos uniu. Mas, em vez de Starbucks, cerveja para todo mundo!

Anúncios

5 comentários sobre “A minha interpretação da vida na cidade…

  1. Carol disse:

    Que legallll! Adoreiiii! ah, e também adorei ser comparada com a Charlotte, adorooo ela! Ahhhh e Ni…também fiz minha mãe ler o post, talvez ela deixe eu ficar até mais tarde da próxima vez! haha bjosss!

  2. Nubia disse:

    hahahaha cerveja pra todo mundo!!! Amei, Ni. E, ah! Também tenho certeza que vc fez a melhor escolha!!!

    Pode arranjar um jeito de fazer um post para mim e para a Beelll…

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s